Buscar
  • Aluisio Monteiro

Lean Healthcare, Metodologia, Projetos e Impactos


No Brasil, casos de sucesso em empresas aumentam e a ganham vulto. Resultados expressivos em melhoria do atendimento, redução de custos, eliminação de erros e aumento de receita, já foram alcançados por algumas organizações de Saúde, apesar do Lean Healthcare ainda ser algo novo para o setor. A maioria das experiências em gestão da Saúde são superficiais, desconectadas da alta liderança e de sua estratégia. Isso precisa mudar para que o setor continue no páreo face os novos desafios (redução de clientes com plano de Saúde, Clinicas Populares, etc.). Nós, da Rio Consulting, estamos engajados em promover a mudança no HealthCare. Ao longo dos últimos 10 anos, a RioConsulting Group tem se especializado no suporte à transformação Lean nos setores industriais e de Saúde. Nossa experiência vem sendo consolidada através de diversos projetos desenvolvidos junto a centros de excelência no Rio de Janeiro e no Brasil. Os conceitos, técnicas e ferramentas que por muito tempo inspiraram organizações de diversos setores, hoje encontram-se metodologicamente adaptadas ao ambiente de Saúde, que possui características distintas e requer atenção e foco apropriado.

O Lean tem gerado inúmeros benefícios que vão desde a redução do tempo de permanência do paciente no hospital até redução de custos com estoques de medicamentos e Materiais Médicos (algodão, gaze, esparadrapo, etc). No Rio de Janeiro a RioConsulting Group atuou no hospital Perinatal (Unidades Barra e Laranjeiras) e Prontobaby (Tijuca).

O que é Lean Healthcare?

O Lean é uma Metodologia focada na eliminação de atividades que são realizadas no atendimento de pacientes ou nos serviços administrativos, sem no entanto agregarem valor ao hospital e/ou ao paciente. Com a eliminação das perdas, ocorre o aumento do desempenho da unidade de Saúde (pública ou privada), em termos de qualidade do serviço prestado aos pacientes, redução de custos desnecessários, e aumento de receita, e melhoria dos resultados financeiros. Um exemplo interessante é na reorganização de layouts da recepção para melhor atender os pacientes, deixando-os mais confortáveis; ou na organização do almoxarifado, permitindo o melhor controle de validade dos materiais e redução de custos com estoques elevados; ou no planejamento e controle de utilização da UTI, aumentando sua disponibilidade; etc.

Os princípios básicos do Lean Healthcare são: (1) foco no atendimento do paciente, (2) melhoria contínua dos serviços prestados e (3) eliminação de perdas, como descritas acima. Estes princípios são os motores que movimentam as ações de um projeto Lean. Para isso, a RioConsulting Group elaborou um Programa de Capacitação e Sedimentação da Cultura Lean Healthcare que foi aplicado nos hospitais da Perinatal. O Programa contou com a estruturação didática e pedagógica do aprendizado das enfermeiros, dos compradores, e dos gerentes, diretores e médicos do cliente.

Figura 1 - Princípios do Lean Healthcare

Fonte: RioConsulting Group

Como Opera a Metodologia Lean Healthcare?

A metodologia Lean Healthcare atua através de um ciclo DMAIC que tem como objetivo auxiliar os processos a alcançarem excelência operacional. O DMAIC é compostos por 5 fases que são mostradas ma Figura 2, onde:

  • Definir: onde se define o foco do Programa Lean junto a alta liderança da empresa. Nesse momento se acordam os ganhos, os investimentos e como o Programa vai ser conduzido.

  • Medir: após a definição de onde serão iniciadas as ações do Programa, inicia-se a medição dos mesmos para se enxergar as perdas.

  • Analisar: com fatos e dados são realizadas análises qualitativa e quantitativa das perdas, das causas-raízes, dos porquês dos problemas.

  • Melhorar: conhecidas as causas-raízes são definidas as ferramentas de gestão Lean que serão aplicadas para solucionar os problemas e é então elaborado um plano de ação para pequenos ou um projeto de vulto maior.

  • Controlar: aplicadas as ferramentas Lean e implantadas as soluções, os processos melhorados passam a ser monitorados através de indicadores de desempenho Lean Healthcare, para garantir os ganhos (savings) obtidos e mantê-los.

Figura 2 - Princípios do Lean Healthcare

Fonte: RioConsulting Group

A RioConsulting Group treina os colaboradores dos clientes na cultura Lean a fim de que os ganhos nos projetos sejam alcançados através de metodologia consistente e testada em diversas empresas. O grande foco aqui é a customização do material didático, que deve ser voltado para as características do negócio que se está implantando o Lean Healthcare.

Quais as Ferramentas de Gestão Lean Healthcare?

O Lean Healthcare lança mão de várias opções de ferramentas de gestão que são aplicadas em cada etapa da implantação em empresas. A RioConsulting Group fez um resumo das principais ferramentas de gestão utilizadas pelo Lean para a melhoria dos processos nas empresas:

Quadro 1 - Principais Ferramentas Lean Healthcare

Fonte: RioConsulting Group

Como são Selecionados os Projetos Lean Healthcare?

A seleção de projetos é alvo inúmeras dúvidas no mercado. Eles se iniciam após o alinhamento com a alta liderança e têm duas vertente básicas:

  • Projetos Kaizen: que possuem baixa complexidade e que resolvem problemas com causa-raiz conhecida, com implantação rápida e resultados rápidos.

  • Projetos Lean: ao inverso, são complexos, envolvem ganhos maiores e são tratados como projetos de duração maior. Sua causa-raiz é desconhecida e precisam do envolvimento de mais setores.

Na Perinatal, zona sul do Rio de Janeiro (unidades Laranjeiras e Barra da Tijuca), o programa iniciou com a capacitação de um líder de projetos da unidade Laranjeiras para disseminar a cultura Lean Healthcare no grupo. A capacitação durou dois meses e o programa 1 ano na unidades. Foram envolvidos muitos setores e um programa de treinamento rigoroso, onde seus colaboradores sugeriam e elaboravam projetos nos setores e eram acompanhados por uma equipe interna e a RioConsulting Group. A Figura 3 mostra o processo de seleção dos projetos.

Figura 3 - Seleção de Projetos Lean Healthcare

Fonte: RioConsulting Group

Quais os Impactos dos Projetos Lean Healthcare?

A implantação de programas Lean Healthcare nas empresas geram ganhos consideráveis de desempenho, chamados de savings. Os Savings são os ganhos relativos às parcelas de perdas que foram eliminados com a implantação do Programa Lean de Excelência Operacional. São divididos em hard savings e soft savings:

  • Hard Savings ou Benefícios Diretos: São os ganhos que podemos verificar através da melhoria no EBITDA, ganhos de fácil identificação “antes e depois” da implantação das ações da melhoria.

  • Soft Savings ou Benefícios Indiretos: São os ganhos que não podemos verificar facilmente nos resultados financeiros da Empresa, mas são importantes para organização, tais como, satisfação do cliente, motivação dos empregados, etc.

Os impactos são associados a redução do tempo de permanência dos pacientes em hspitais, maternidades, clínicas etc, passando por redução de estoques até custa operacionais. Os impactos dos projetos Lean Healthcare nas empresas são mostrados na Figura 4 a seguir:

Figura 4 - Impacto dos Projetos Lean Healthcare nas Empresas


445 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo